::Região de navegação Açores::

FAIAL



Ilha da Ventura das antigas cartas e portulanos, teve como primeiro habitante, reza a lenda, um eremita que nela se refugiou do mundo.

A sua posição no Atlântico e a existência de um porto abrigado atraiu, até cerca de 1860, os navios do comércio da laranja e os baleeiros americanos que vinham reabastecer-se. No séc. XX o Faial foi um importante centro das ligações por cabo submarino e participou nos primeiros passos da aviação. Ontem como hoje, a cidade da Horta é porto de abrigo para os aventureiros do mar.

 

 

SUGESTÕES


A visitar

Vulcão dos Capelinhos, no extremo ocidental da ilha do Faial, freguesia do Capelo, teve a última erupção de 1957/58 aumentando a área da ilha em cerca de 2,4 km2.

Caldeira é um cone vulcânico que domina a ilha. No cume, a funda cratera é revestida de cedros, zimbros, faias, fetos e musgos, parte dos quais são significativos exemplares da vegetação primitiva da ilha

Marina da Horta, a primeira a ser construída nos Açores acolhe  todos aqueles que cruzam o Atlântico por mar e que ao longo dos anos deixaram um testemunho pintado da sua passagem o que lhe confere um colorido único  em várias línguas.
 
O que fazer

Actividades náuticas variadas tais como Vela, Observação de cetáceos e Pesca desportiva
Praia
Passeios e trilhos pedestres
Passeios a cavalo
Scooters, BTT e VTT
Parapente e ultra-light

O que comer

Sopas do Espírito Santo com massa sovada
Linguiça com inhames
Molha de carne
Morcela
Torresmos de vinha d'alhos
Polvo guisado com vinho de cheiro
Caldeirada de peixe
Lapas de molho Afonso
Arroz de lapas
Queijo
Fofas
Arroz doce
Bolo de milho